Resultados 1 a 8 de 8
  1. #1
    jdhome
    Guest

    Wink Soro de leite (Whey Protein)

    Soro de leite
    Whey ou Whey Protein, é a proteina do soro de leite. Um rico alimento protéico muito utilizado por praticantes de atividades físicas.
    O soro de leite (Whey) é um subproduto da produção do Queijo. As aplicações do Soro de Leite na indústria alimentícia são várias, desde bebidas lácteas até sorvetes e bolos. Devido a seu alto valor nutritivo, a proteína do soro pode ser isolada e sua aplicação está relacionada com melhoramento do rendimento esportivo em atletas amadores ou profissionais.
    Actualmente, há grande escasses de Soro de Leite no mercado internacional. Os grande produtores de queijo do mundo são Estados Unidos, Nova Zelândia e Europa, mas não há mais lugar para aumento de produção de modo que a demanda mundial é muito maior.
    Normalmente e adicionado parte de leite ao soro para aumentar o rendimento da fabricação de queijo.
    Ricotta
    A ricota é um queijo de origem italiana de massa mole, fresco e baixo teor de gordura.
    Em Portugal, o ricota, chama-se requeijão, nome dado à massa comestível, formada a partir do soro do leite obtido aquando do fabrico do queijo e que é novamente sujeito à acção do calor.
    Sua produção, ao contrário da maioria dos queijos, é feita não a partir de leite, mas a partir do soro de queijo, o que lhe confere a característica especial de um alto teor de soro-proteínas (alfa-lactoalbumina, beta-lactoglobulina), que são em geral, mais nutritivas que as proteínas dos queijos normais (cuja principal proteína na composição é a caseína).
    Na produçao dos queijos e utilizado
    Cloreto de cálcio: (pode ser comprado em qualquer ervanaria)
    usa-se solução 40 ou 50% :50mL ou 40mL/100L de leite respectivamente. O cloreto de cálcio deve ser adicionado antes da adição do agente coagulante
    Coadjuvante de coagulação:
    Ácido Lático(CH3CHOHCOOH): 20 a 25mL/100L de leite, utilizando ácido lático industrial 85%, e fazendo solução aquosa a 100°D.
    O ácido lático, um dos primeiros ácidos conhecidos, foi descoberto pelo químico sueco Carl Wilhelm Scheele, no leite coalhado.

    Ricota caseira
    Normalmente e adicionado parte de leite ao soro para aumentar o rendimento da sua fabricação.

    Produzir ricota caseira é uma boa forma de se reaproveitar o leite que azedou na geladeira. Para isso, ferva um litro de leite azedo (ou leite fresco ao qual se adicionou o suco de um limão, o que fará o leite coagular, separando o soro) e coe-o com o auxílio de um pano ou de um coador. Adicione à massa assim obtida sal a gosto, orégano, azeite, manjericão fresco ou o que desejar.

    Requeijão de soro

    INGREDIENTES:

    1/2 l de leite
    1/2 l de soro
    (pode ser feito so com o soro)
    Cloreto de cálcio( na propoção descrita em cima)
    1 colher de chá de sal (opcional)
    4 a 6 colheres sopa de maizena
    20 colheres sopa de creme de leite (ricota"Ácido Lático")

    MODO DE PREPARO:
    Em uma panela coloque o leite, maizena,Cloreto de cálcio e o sal misture bem.
    Leve ao fogo e vai mexendo até engrossar.
    Acrescente o creme de leite (ricota"Ácido Lático")e em seguida desligue o fogo, espere esfriar, quando estiver quase morno bater no liquidificador por 5 minutos.
    Conserve depois no frio em copos de vidro com tampa.
    Esta receita da 6 copos de 250 ml.

    Requeijão de leite
    Ingredientes:

    Para 500gr de Requeijão use:

    1 litro de leite integral
    5 colheres de vinagre
    2 colheres de manteiga
    para um queijo com menos calorias, os ingredientes podem ser substituídos por leite magro e retirada a manteiga
    Modo de Fazer:

    Depois que o leite é fervido, acrescenta-se o vinagre para separar o soro. Depois de cuado o queijo é espremido em um pano limpo para tirar todo o excesso do soro. Acrescenta-se uma pitada de sal, a margarina e mais um copo de leite morno. Bate no liquidificador por três minutos. Está pronto o requeijão.
    pessoalmente nunca fiz este,sim a ricota e Requeijão de soro
    por vezes tb nao utilizo o cloreto de calcio mas fica igual de bom.
    AGORA JA NAO HA DESCULPA PARA DIZER QUE ACABOU A Whey Protein
    BONS TREINOS PARA TODOS
    Última edição de jdhome : 29th March 2008 às 09:30

  2. #2
    Power Member
    Registo
    Sep 2007
    Msgs
    158
    Thanks
    0
    Thanked 0 Times in 0 Posts

    Default

    mas o leite de pacote ultrapasteurizado que se vende é leite "inteiro"? é + agua que outra coisa.

  3. #3
    jdhome
    Guest

    Thumbs up nem semprei sso e certo


    leite "inteiro" ou integral e o leite ao sair directamente da vaca...

    O leite é uma combinação de diversos elementos sólidos em água. Os elementos sólidos representam aproximadamente 12 a 13% do leite e a água, aproximadamente 87%. Os principais elementos sólidos do leite são lipídios (gordura), carboidratos, proteínas, sais minerais e vitaminas. Esses elementos, suas distribuições e interações são determinantes para a estrutura, propriedades funcionais e aptidão do leite para processamento. As micelas de caseína e os glóbulos de gordura são responsáveis pela maior parte das características físicas (estrutura e cor) encontradas nos produtos lácteos.
    Os termos sólidos totais (ST) ou extrato seco total (EST) englobam todos os componentes do leite exceto a água. Por sólidos não-gordurosos (SNG) ou extrato seco desengordurado (ESD) compreendem-se todos os elementos do leite, menos a água e a gordura.
    Os componentes do leite permanecem em equilíbrio, de modo que a relação entre eles é muito estável. O conhecimento dessa estabilidade é a base para os testes que são realizados com o objetivo de apontar a ocorrência de problemas que alteram a composição do leite. Uma redução substancial da concentração de lactose ou dos sólidos totais poderia levantar suspeitas de adição fraudulenta de água, após a ordenha. Nesse caso, ocorrem alterações das propriedades físicas do leite, facilmente detectáveis em laboratório.
    A composição do leite pode variar de acordo com o estágio de lactação: no colostro, o conteúdo de proteína é maior e o de lactose encontra-se reduzido. Outros fatores que podem interferir na composição do leite são: raça das vacas, alimentação (plano de nutrição e forma física da ração), temperatura ambiente, manejo e intervalo entre as ordenhas, produção de leite e infecção da glândula mamária.
    CARBOIDRATOS
    O principal carboidrato do leite é a lactose. É produzida pelas células epiteliais da glândula mamária e é a principal fonte de energia dos recém-nascidos. Além da lactose, podem ser encontrados no leite outros carboidratos, como a glicose e a galactose, mas em pequenas quantidades.
    A lactose compreende aproximadamente 52% dos sólidos totais do leite desnatado e 70% dos sólidos encontrados no soro do leite. Controla o volume de leite produzido, atraindo a água do sangue para equilibrar a pressão osmótica na glândula mamária. A quantidade de água do leite e, conseqüentemente, o volume de leite produzido pela vaca, depende da quantidade de lactose secretada na glândula mamária. A concentração de lactose no leite é de aproximadamente 5% (4,7 a 5,2%). É um dos elementos mais estáveis do leite, isto é, menos sujeito a variações.
    PROTEÍNAS
    As proteínas representam entre 3% e 4% dos sólidos encontrados no leite. A porcentagem de proteína varia, dentre outros fatores, com a raça e é proporcional à quantidade de gordura presente no leite. Isso significa que quanto maior a percentagem de gordura no leite, maior será a de proteína.
    Existem vários tipos de proteína no leite. A principal delas é a caseína, que apresenta alta qualidade nutricional e é muito importante na fabricação dos queijos. A caseína é produzida pelas células secretórias da glândula mamária e encontra-se organizada na forma de micelas, que são agrupamentos de várias moléculas de caseína junto com cálcio, fósforo e outros sais. Cerca de 95% da caseína total do leite está nessa forma. As micelas de caseína junto com os glóbulos de gordura são responsáveis por grande parte das propriedades relativas à consistência e à cor dos produtos lácteos.
    A caseína não é facilmente alterada pelo calor, permanecendo bastante estável quando o leite é pasteurizado. Entretanto, quando ocorrem mudanças na acidez do leite, há rompimento da estrutura das micelas, o que faz a caseína precipitar e formar coágulos. A gordura e a caseína têm importância fundamental para a manufatura de vários derivados lácteos, sendo que representam a maior concentração de elementos sólidos dos queijos.
    GORDURA
    A gordura do leite está presente na forma de pequenos glóbulos, suspensos na fase aquosa. Cada glóbulo é envolvido por uma camada formada por um componente da gordura denominado fosfolipídio. Essa camada forma uma membrana que impede a união de todos os glóbulos. Desse modo, a gordura do leite é mantida na forma de suspensão.
    A maior parte da gordura do leite é constituída de triglicerídios, que são formados por ácidos graxos ligados ao glicerol. A gordura do leite está presente em forma de pequenos glóbulos em suspensão na água. A fração de gordura do leite serve de veículo para as vitaminas lipossolúveis (A, D, E, K), colesterol e outras substâncias solúveis em gordura, como os carotenóides (provitamina A), que dão ao leite sua cor amarelo-creme.
    A concentração de gordura no leite varia geralmente entre 3,5 e 5,3%, em razão de diferenças entre raças, estágio da lactação e de acordo com a alimentação dos animais.
    SAIS MINERAIS E VITAMINAS
    O leite é uma fonte excelente da maioria dos sais minerais necessários para o desenvolvimento dos indivíduos jovens. O cálcio e o fósforo do leite apresentam alta disponibilidade, em parte porque se encontram associados à caseína. Por isso, o leite é a melhor fonte de cálcio para o crescimento do esqueleto dos indivíduos jovens e para a manutenção da integridade dos ossos dos adultos. O conteúdo de ferro é baixo.
    O leite é uma importante fonte de vitaminas, algumas se associam com a gordura (A, D, E e K), enquanto outras se associam com a parte aquosa. Dentre as últimas, estão as do complexo B e a vitamina C. Mais de dez vitaminas diferentes do complexo B são encontradas no leite. Entretanto, com exceção da vitamina B2 (riboflavina), as outras são encontradas em quantidades pequenas. As vitaminas do complexo B são produzidas no estômago composto (rúmen) dos animais.
    O leite é uma fonte importante de vitamina C (ácido ascórbico), mas esta é rapidamente oxidada na presença de cobre em um produto biologicamente inativo.

  4. #4
    BB-PT Elite Member Avatar de DJ_UNREAL
    Registo
    Apr 2004
    Local
    Faro, Portugal, Portugal
    Msgs
    4,248
    Thanks
    1
    Thanked 3 Times in 3 Posts

    Default

    bom post

  5. #5
    Senior Member Avatar de Eyes Only
    Registo
    May 2007
    Local
    Braga
    Msgs
    854
    Thanks
    1
    Thanked 0 Times in 0 Posts

    Default

    Mt bom!!
    Ainda estão para ser descobertos os limites do corpo humano...

    Don't be afraid to be weak... Don't be too proud to be strong!

  6. #6
    Esplinter
    Guest

    Default requeijão

    já agora, nao sei se se enquadra bem neste topico, mas esclareçam-me uma duvida:
    o requeijão que se compra aí nos supermercados, é, portanto, uma optima fonte de proteína, certo?

  7. #7
    BB-PT Elite Member Avatar de hawk
    Registo
    Feb 2006
    Msgs
    4,523
    Thanks
    22
    Thanked 43 Times in 27 Posts

    Default

    Quote Mensagem Original de Esplinter Ver Mensagem
    já agora, nao sei se se enquadra bem neste topico, mas esclareçam-me uma duvida:
    o requeijão que se compra aí nos supermercados, é, portanto, uma optima fonte de proteína, certo?
    Sim, dependendo do objectivo, podes optar (ou não) por uma versão magra do mesmo.

  8. #8
    Esplinter
    Guest

    Default

    hmm ainda bem, sendo assim vou começar a comer mais, e a gordura não e um problema, sou bastante magro, bf 7%. nao percebo então pq e que aqui no forum toda a gente fala em whey praqui whey prali whey whey whey, ocasionalmente fala-se de frango, peru ou atum, agora requeijão nunca tinha ouvido aqui, eu sabia que era feito do tal soro de leite e por isso devia ser rico em proteínas, mas obrigado por confirmares

Regras

  • You may not post new threads
  • You may not post replies
  • You may not post attachments
  • You may not edit your posts
  •